ÉREA TEMÁTICA

ANAIS DO CONGRESSO ÉTNICO RACIAL, SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E AÇÕES AFIRMATIVAS

I - Currículo e Educação para as relações étnico-raciais

​​Este eixo tem como objetivo discutir os trabalhos que abordam os estudos curriculares em consonância com a educação para as relações étnico-raciais, desde a educação básica ao ensino superior e espaços não escolares, comunidades quilombolas, núcleos de estudos, programas de iniciação à docência (PIBID) e educação tutorial (PET). Duas proposições estão aqui vinculadas: reunir pesquisadores que se dedicam ao estudo do currículo, enquanto artefato histórico e cultural, e suas implicações na aplicabilidade e legitimação da legislação que baliza o campo da educação para as relações étnico-raciais, e a busca por indagações epistemológicas por meio de trabalhos que contextualizam a contemporaneidade dos estudos na área curricular relacionados às temáticas que abordam legislação, multiculturalismo, identidade, prática educativa e cultura organizacional, dentre outras.

II - Ciências, tecnologias e relações étnico-raciais

 

Este eixo se constitui em um campo epistemológico que abarca estudos antropológicos, sociológicos, filosóficos e psicológicos sobre a educação para as relações étnico-raciais em relatos e pesquisas em andamento e concluídas. A proposta desse eixo é reunir também, estudiosos de diversas áreas que utilizam o conhecimento científico como base para a discussão e problematização de questões relacionadas ao campo da Etnociência em espaços escolares e espaços não escolares, analisando as contribuições da história e cultura afro-brasileira e africana e sua relação com o contexto educacional e social.

III – Lei 10.639/03 e 11.645/08 em espaços escolares e não escolares

 

O eixo abriga pesquisas sobre a legislação que baliza a história e cultura afro-brasileira e africana e a educação indígena. Os trabalhos vinculados a esse eixo acolhem pesquisas com resultados parciais e finais sobre práticas educativas em espaços escolares e não escolares relacionadas ao livro didático, à identidade étnico-racial, à educação indígena, à educação quilombola e às políticas afirmativas. Propõem-se reunir trabalhos que problematizem a legislação referente às Leis 10.639/03 e 11.645/08, com o intuito do debate sobre a legitimação e aplicabilidade desse aparato jurídico-normativo nos espaços educacionais e comunitários.

 

 

IV - Arte, História e Diversidade

 

Este eixo congrega pesquisas (em andamento ou concluídas) de relatos de experiência sobre a temática étnico-racial no que tange à arte afro-brasileira e africana (arte visual, dança, música e teatro), à literatura afro-brasileira e africana, à imagem do negro na indústria cinematográfica, às práticas pedagógicas e às práticas culturais dentro e fora do espaço educacional relacionadas à cultura africana e afro-brasileira . O eixo também reune  trabalhos que abordem os aspectos historiográficos da educação para as relações étnico-raciais, agrupando estudos sobre a historiografia africana,  a diversidade cultural e a história dos afrodescendentes no Brasil, estendendo-se à temas como memória, identidade e patrimônio – nas suas mais variadas formas. 

V - Religiosidade e cultura Afro-brasileira e Africana

 

Este eixo objetiva contribuir sobre os estudos da temática religiosidade e cultura afro-brasileira e africana, sua historicidade e relação com o espaço educativo e espaço não escolar. Estão contemplados os relatos, pesquisas em andamento ou concluídas sobre ritos religiosos africanos, religiosidade afro-brasileira e sincretismo religioso no Brasil. Com vistas ao fortalecimento do campo da pesquisa em educação para as relações étnico-raciais e do subtema religiosidade, busca-se colaborar com o diálogo e a problematização da temática por meio de estudos que visem à desmistificação da religiosidade de matriz africana e afro-brasileira, contribuindo para desconstruir estereótipos e preconceitos, enfatizando a diversidade na constituição da identidade do povo brasileiro.

VI – Direito, Identidade, negritude e gênero​

 

Este eixo discute relatos, pesquisas em andamento ou concluídas relacionadas à ancestralidade, identidade cultural, racismo, direito à diversidade étnico-racial, política educacional étnico-racial, multiculturalismo e diáspora africana. Busca discutir as contribuições do campo jurídico-normativo à constituição da identidade nacional e processo de mestiçagem no Brasil, diáspora africana como fenômeno histórico-social, e relação de gênero na atualidade em interlocução com os estudos na área da educação para as relações étnico-raciais.