EIXOS DE TRABALHO

 

  • EIXO I - Currículo e Educação para as relações étnico-raciais

Profª Drª Cida Satto (ICHPO / UFU)

Profª Drª Mical Marcelino (ICHPO / UFU)

Este eixo tem como objetivo discutir os trabalhos que abordam os estudos curriculares em consonância com a educação para as relações étnico-raciais, desde a educação básica ao ensino superior e espaços não escolares, comunidades quilombolas, núcleos de estudos, programas de iniciação à docência (PIBID) e educação tutorial (PET). Duas proposições estão aqui vinculadas: reunir pesquisadores que se dedicam ao estudo do currículo, enquanto artefato histórico e cultural, e suas implicações na aplicabilidade e legitimação da legislação que baliza o campo da educação para as relações étnico-raciais, e a busca por indagações epistemológicas por meio de trabalhos que contextualizam a contemporaneidade dos estudos na área curricular relacionados às temáticas que abordam legislação, multiculturalismo, identidade, prática educativa e cultura organizacional, dentre outras.

 

TRABALHOS APROVADOS 

COMPLETO 

1 - A REPRESENTAÇÃO DO NEGRO NO LIVRO DIDÁTICO DE GEOGRAFIA

Autoras: Ana Flávia Borges de Oliveira e Adriany de Ávila Melo Sampaio. 

2 - O RECONTO INFANTIL JOÃOZINHO E MARIA: contribuições da Contação de Histórias para aEducação das Relações Étnico-raciais na Geografia

Autoras: Ana Flávia Borges de Oliveira e Adriany de Ávila Melo Sampaio. 

3 - O NEGRO PARA ALÉM DO LUGAR - TERRITÓRIO, TERRITORIALIDADE E (RE)CONHECIMENTO

Autor: Antonio Donizeti Fernandes

4 - LITERATURA AFRO-BRASILEIRA NO CURRÍCULO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS: DESAFIOS PARA A FORMAÇÃO DOCENTE

Autores: José Lito Salustriano da Silva e Palloma Victoria Nunes e Silva. 

5 - LUGAR DE PRETO/A? A revista Raça Brasil como lugar e dispositivo pedagógico

Autoras: Janaine Aparecida Souza Franco Carvalho e Luciane Ribeiro Dias Gonçalves.

 

  • EIXO II - Ciências, tecnologias e relações étnico-raciais

Profª Drª Luciane Dias (ICHPO / UFU)

Profª Drª Cristiane Ribeiro (IF – Urutaí)

 

Este eixo se constitui em um campo epistemológico que abarca estudos antropológicos, sociológicos, filosóficos e psicológicos sobre a educação para as relações étnico-raciais em relatos e pesquisas em andamento e concluídas. A proposta desse eixo é reunir também, estudiosos de diversas áreas que utilizam o conhecimento científico como base para a discussão e problematização de questões relacionadas ao campo da Etnociência em espaços escolares e espaços não escolares, analisando as contribuições da história e cultura afro-brasileira e africana e sua relação com o contexto educacional e social.

 

 

 TRABALHOS APROVADOS 

COMPLETO 

1 - RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: leitura, interpretação e aplicabilidade em um contexto multiseriado

Autor: Marcelo Vitor Rodrigues Nogueira e Luciane Ribeiro Dias Gonçalves

RESUMO EXPANDIDO

2 - REPRESENTAÇÃO DOS NEGROS NO LIVRO DIDÁTICO DE FILOSOFIA (2º ANO - ENSINO MÉDIO): Aproximações teóricas

Autor: Geovana Ketleen Silva Santos, Everton David da Silva Santos, Rayson Gabriel Rocha Nascimento Silva, Marcelo Vitor Rodrigues Nogueira e Luciane Ribeiro Dias Gonçalves. 

3 - REPRESENTAÇÃO DO NEGRO NO LIVRO DIDÁTICO DE HISTÓRIA

Autor: Lorrainy Dayane Silva Ribeiro dos Santos, Hernane Aparecido Alves Oliveira, Ésio Ribeiro dos Santos Júnior, Marcelo Vitor Rodrigues Nogueira e Luciane Ribeiro Dias Gonçalves. 

4 - IMAGENS POSITIVAS DE PESQUISADORES NEGROS NO LIVRO DIDÁTICO DE SOCIOLOGIA

Autores: ThainaraStéfany Sousa Silva, Vander Luiz Ramos Barbosa, Michelle Cristina Silva Vicente, Marcelo Vitor Rodrigues Nogueira e Luciane Ribeiro Dias Gonçalves. 

  • EIXO III – Lei 10.639/03 e 11.645/08 em espaços escolares e não escolares

Profª Ms. Rafaela Rodrigues Nogueira (Doutoranda PPGED / UFU)

Profª Drª Cíntia Camargo Viana (Ileel / UFU)

 

O eixo abriga pesquisas sobre a legislação que baliza a história e cultura afro-brasileira e africana e a educação indígena. Os trabalhos vinculados a esse eixo acolhem pesquisas com resultados parciais e finais sobre práticas educativas em espaços escolares e não escolares relacionadas ao livro didático, à identidade étnico-racial, à educação indígena, à educação quilombola e às políticas afirmativas. Propõem-se reunir trabalhos que problematizem a legislação referente às Leis 10.639/03 e 11.645/08, com o intuito do debate sobre a legitimação e aplicabilidade desse aparato jurídico-normativo nos espaços educacionais e comunitários.

 

 TRABALHOS APROVADOS 

COMPLETO 

1 - POSSIBILIDADES E DESAFIOS DA UTILIZAÇÃO DE CENAS FÍLMICAS NA APRENDIZAGEM HISTÓRICA.

Autora: Patricia Paes Leme

2 - QUESTÕES LEGAIS, CULTURAIS, EDUCACIONAIS INDÍGENAS E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A FORMAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA.

Autores: Marília Cristina de Almeida da Silveira, Anderson Pereira Portuguez e Leonardo Sebastião Delfino de Souza.

RESUMO EXPANDIDO 

3 - AFRICANIZE-SE

Autoras: Lindéa Pereira, Maria Goreth Vieira, Maria Abadia Vieira da Cruz e Stella Alves de Souza. 

4 - OFICINA DE HISTÓRIAS AFRO-BRASILEIRAS: um desafio em trabalhar questões étnico raciais (PIBID – UFU Subprojeto Geografia e História do Pontal)

Autores: Eduardo José Costa e Carlos Eduardo Moreira de Araújo. 

 

EIXO IV - Arte, História e Diversidade

Profª Drª Simone Passos (ICHPO / UFU)

Prof. Dr. Carlos Eduardo Moreira de Araújo (ICHPO / LAPAMI / UFU)

 

Este eixo congrega pesquisas (em andamento ou concluídas) de relatos de experiência sobre a temática étnico-racial no que tange à arte afro-brasileira e africana (arte visual, dança, música e teatro), à literatura afro-brasileira e africana, à imagem do negro na indústria cinematográfica, às práticas pedagógicas e às práticas culturais dentro e fora do espaço educacional relacionadas à cultura africana e afro-brasileira . O eixo também reune  trabalhos que abordem os aspectos historiográficos da educação para as relações étnico-raciais, agrupando estudos sobre a historiografia africana,  a diversidade cultural e a história dos afrodescendentes no Brasil, estendendo-se à temas como memória, identidade e patrimônio – nas suas mais variadas formas. 

 

 TRABALHOS APROVADOS 

RESUMO EXPANDIDO 

1 - NOTAS DE PESQUISA: a escravidão negra no triângulo mineiro, uma análise do processo do escravo Cecílio

Autores: Vinícius Passos Paulucci e Carlos Eduardo Moreira de Araújo. 

EIXO V - Religiosidade e cultura Afro-brasileira e Africana

 Prof. Dr. Anderson Portuguez(ICHPO / UFU)

 

Este eixo objetiva contribuir sobre os estudos da temática religiosidade e cultura afro-brasileira e africana, sua historicidade e relação com o espaço educativo e espaço não escolar. Estão contemplados os relatos, pesquisas em andamento ou concluídas sobre ritos religiosos africanos, religiosidade afro-brasileira e sincretismo religioso no Brasil. Com vistas ao fortalecimento do campo da pesquisa em educação para as relações étnico-raciais e do subtema religiosidade, busca-se colaborar com o diálogo e a problematização da temática por meio de estudos que visem à desmistificação da religiosidade de matriz africana e afro-brasileira, contribuindo para desconstruir estereótipos e preconceitos, enfatizando a diversidade na constituição da identidade do povo brasileiro.

TRABALHOS APROVADOS 

COMPLETO 

1 - RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS: o direito sagrado á liberdade da crença

Autores: Leonardo Sebastião Delfino de Souza, Marília Cristina de Almeida da Silveira e Anderson Pereira Portuguez. 

 

2 - A BANCADA EVANGÉLICA E O PODER DAS MÍDIAS COMO PRINCIPAIS INIMIGOS DAS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS

Autor: Paulo Henrique Barbosa Silva. 

RESUMO EXPANDIDO

3 - MEU REFLEXO NO ESPELHO DE OXUM: Como a narrativa mitológica e o arquétipo que envolve a yabá podem influenciar e retratar os diferentes modos de ser mulher hoje

Autoras: Patricia Paes Leme e Edima Euripedes Ribeiro Dias Neta. 

  • EIXO VI – Direito, Identidade, negritude e gênero

Profª Drª Adriana Andrade Ruas (UEMG – Ituiutaba)

Profª Drª Tânia Rezende Silvestre Cunha (UEMG – Ituiutaba)

 

Este eixo discute relatos, pesquisas em andamento ou concluídas relacionadas à ancestralidade, identidade cultural, racismo, direito à diversidade étnico-racial, política educacional étnico-racial, multiculturalismo e diáspora africana. Busca discutir as contribuições do campo jurídico-normativo à constituição da identidade nacional e processo de mestiçagem no Brasil, diáspora africana como fenômeno histórico-social, e relação de gênero na atualidade em interlocução com os estudos na área da educação para as relações étnico-raciais.

TRABALHOS APROVADOS 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now